Vazamento de dados do Banco Central expõe mais de 160 mil chaves PIX.

Instituição informou que vazamento foi causado por falhas pontuais no sistema

Esse já é o segundo vazamento de informações do PIX revelado pelo Banco Central. A primeira vez ocorreu em setembro de 2021, quando o Banese, Banco do Estado de Sergipe, anunciou o vazamento de chaves do PIX.

O Banco Central afirma que está apurando o ocorrido para adotar medidas punitivas adequadas, já que as informações podem ser utilizadas em golpes. 

O Banco Central informou, nesta sexta-feira (21), que houve um vazamento de dados cadastrais de mais de 160 mil chaves do PIX de clientes do banco digital Acesso Soluções de Pagamento. O total de chaves vazadas correspondem à 159,6 mil pessoas físicas. 

O órgão comunicou que o vazamento foi causado por falhas pontuais no sistema da instituição financeira, e que dados sensíveis, como senhas e saldos bancários, não foram expostos. A falha ocorreu entre os dias 3 e 5 de dezembro do ano passado.

Ainda de acordo com o BC, as pessoas que tiveram os dados comprometidos serão notificadas através dos aplicativos e internet banking de seus respectivos bancos. 

Esse já é o segundo vazamento de informações do PIX revelado pelo Banco Central. A primeira vez ocorreu em setembro de 2021, quando o Banese, Banco do Estado de Sergipe, anunciou o vazamento de chaves do PIX.

O Banco Central afirma que está apurando o ocorrido para adotar medidas punitivas adequadas, já que as informações podem ser utilizadas em golpes. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.