SOS: Chuvas elevam nível de rios e provocam danos em cidades do Maranhão.

As chuvas que atingem, há semanas, vários estados brasileiros, como Bahia, Minas Gerais, Piauí e Tocantins, estão causando danos também em municípios do Maranhão.

Em Imperatriz, segunda maior cidade do estado, a prefeitura informa que 823 pessoas foram diretamente afetadas pelas chuvas, que começaram em outubro e se intensificaram nos últimos dias. Só nesta segunda-feira (3), choveu, em apenas 13 horas, o equivalente a 120 milímetros – volume esperado para dois meses.

Secretaria de Segurança Pública do Maranhão

“Atualmente temos 439 pessoas nos abrigos [públicos], um número consideravelmente grande. E muitas dessas pessoas perderam tudo”, diz, em nota, o superintendente de Proteção e Defesa Civil de Imperatriz, Josiano Galvão, ao lembrar que os órgãos municipais já vinham se preparando para aquela que pode ser a estação chuvosa “mais rigorosa dos últimos anos” na região.

A cerca de 600 quilômetros de Imperatriz, a cidade de MIRADOR foi parcialmente alagada pelas chuvas de hoje (4). Segundo a prefeitura, o temporal que atingiu o município causou a cheia do Rio Itapecuru. A força das águas arrastou pontes e erodiu o solo, fazendo inclusive com que estradas cedessem. A prefeitura calcula que mais de 6 mil pessoas foram diretamente afetadas pela situação.

Nas redes sociais, o governador Flávio Dino diz que está acompanhando os trabalhos da comitiva do governo estadual que se deslocou para Mirador e que, tão logo seu estado de saúde permita, visitará as cidades maranhenses atingidas pelas chuvas e pelo transbordamento de rios. Ontem, Dino foi diagnosticado com covid-19.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu hoje um alerta laranja, indicativo de perigo, com riscos potenciais de chuvas e ventos intensos (60-100 km/h) para parte do estado.

Comentários em “SOS: Chuvas elevam nível de rios e provocam danos em cidades do Maranhão.

  1. Tuntum o Hospital lotado de pessoas com Gripe e o Prefeito fazendo Festas, isso o Promotor podia proibir e não faz nada, isso não pode acontecer, botando a vida do povo em risco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.