Segunda onda de ataques: Rússia dispara mísseis contra cidades da Ucrânia.

Segunda onda de ataques

Ucrânia está sendo atingida por uma segunda onda de mísseis, de acordo com um assessor próximo do presidente Volodymyr Zelensky.

Um correspondente da agência de notícias Reuters ouviu uma série de explosões em Kiev às 12h no país (cerca de 7h de Brasília).

Um dirigente do Ministério do Interior da Ucrânia disse que centros de comando em diversas cidades, inclusive Kiev, foram alvos de ataques por mísseis. 

De acordo com dirigentes do governo da Ucrânia, a primeira onda de bombas começou pouco depois do anúncio feito pelo presidente Vladimir Putin de que seria iniciada uma operação militar.

Aliado de Putin: para evitar guerra na Europa, é preciso ‘desmilitarizar’ Ucrânia

O líder da Câmara dos Deputados da Rússia, Vyacheslav Volodin, afirmou que a única forma de evitar uma guerra na Europa é desmilitarizar a Ucrânia, de acordo com a agência de notícias russa RIA.

Volodim é um aliado do presidente Vladimir Putin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.