Programa aprovado pelo CNJ permitirá atuação itinerante de juízes entre unidades da justiça no país. Entenda.

Magistrados e magistradas poderão atuar temporariamente em unidades da Justiça para fins de conhecimento e compartilhamento de boas práticas. A abertura para essa possibilidade foi aprovada por unanimidade pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com o texto proposto no Ato Normativi n. 0007552.11.2021.00.0000, membros do judiciário nacional poderão trabalhar por no máximo seis em outra unidade de justiça, a fim de experimentar e conhecer boas práticas que possam ser compartilhadas em suas unidades originárias.

Também são objetivos do Programa Nacional Visão Global do poder Judiciário estimular o conhecimento da realidade judiciária de diversas regiões do país e desenvolver a cooperação entre os tribunais brasileiros, com enfoque no compartilhamento de soluções eficazes e inovadoras.

“O projeto busca apresentar o sistema de maneira a propiciar conhecimento mútuo, com enfoque no compartilhamento de boas práticas e de soluções inovadoras. Garantir efetividade da justiça requer um trabalho baseado em ações inovadoras, como o programa visão global”, diz o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux.

O ato normativo adapta para o Brasil o projeto Visão Global do poder judiciário que, inicialmente, foi criado em agosto de 2021 para permitir a troca de conhecimento com magistratura e tribunais de diferentes países.

No caso do programa internacional, a possibilidade está aberta a magistrados e magistradas de nações com as quais o Brasil tenha relações diplomáticas.

Fonte: JurineWsbr

Comentários em “Programa aprovado pelo CNJ permitirá atuação itinerante de juízes entre unidades da justiça no país. Entenda.

  1. Isso é muito bom, pois no Brasil não existe outro setor/orgão/entidade, mais burocrático e moroso do que o judiciário, no entanto, existe também uma carência muito grande na mão de obra especializada, ou seja, não temos magistrados suficiente para tanto. Temos que criar mecanismos mais acessíveis para o ingresso de nossos jovens nas universidades públicas !!!!. Fica a dica !!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.