Maranhão inicia aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos.

No Maranhão, aproximadamente 477.451 adolescentes estão aptos para tomar a terceira dose da vacina contra a doença.

Foto: Reprodução

O Maranhão começou, nessa segunda-feira (30), a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos com a dose de reforço contra a Covid-19. O avanço da vacinação para este público foi recomendado pelo Ministério da Saúde através de nota técnica enviada aos estados. No Maranhão, aproximadamente 477.451 adolescentes estão aptos para tomar a dose de reforço da vacina contra a doença. 

A dose de reforço deve ser aplicada quatro meses após a segunda dose, preferencialmente com a vacina da Pfizer, independentemente da dose aplicada anteriormente. Se houver indisponibilidade da vacina, a Coronavac pode ser usada. Os dois imunizantes são autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para essa faixa etária. A recomendação também vale para adolescentes gestantes e puérperas. 

A vacinação contra a Covid-19 está disponível nos postos municipais e, para ampliar a cobertura vacinal, o Estado disponibiliza quatro pontos na capital, no IEMA Rio Anil (antigo Cintra) e nas policlínicas Cidade Operária e Vinhais. 

Também está disponível no Maranhão a 4ª dose da vacina para pessoas imunossuprimidas com 12 anos ou mais, idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Para a vacinação é necessária a apresentação de documento pessoal que pode ser um RG ou certidão de nascimento e a carteira de vacinação. Do G1 MA

5 thoughts on “Maranhão inicia aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos.

  1. Tuntum o prédio que foi alugado para a Secretária de Saúde no Bairro Tuntum de cima, a Sala do TFD o povo chegam pra ser atendidos e Não tem um Ventilador e Não tem Ar Condicionado, um calor grande, enquanto as outras salas com Ar Condicionado, Prefeito e Secretaria de Saúde, botam um Ar para o povo que chegam pra ser atendidos, população merecem, ficam o povo no Calor e ninguém resolve e Não tem atitudes.

  2. O ácido gama-aminobutírico (GABA) é um aminoácido não proteogênico e é o principal neurotransmissor inibitório no cérebro dos mamíferos. Os efeitos redutores de estresse e de aumento do sono do GABA foram estabelecidos. Entretanto, embora vários ensaios clínicos em humanos tenham sido realizados, os resultados relativos ao papel da ingestão de GABA natural e/ou biossintético oral sobre o estresse e o sono são mistos. Realizamos uma revisão sistemática para examinar se a ingestão de GABA oral natural e/ou biossintético tem um efeito sobre o estresse e o sono. Procuramos sistematicamente no banco de dados PubMed por estudos publicados até fevereiro de 2020, seguindo as diretrizes do PRISMA. Foram incluídos apenas ensaios em humanos controlados por placebo que avaliaram o estresse, o sono e os resultados psicofisiológicos relacionados como resposta ao consumo natural de GABA (ou seja, GABA que está presente naturalmente nos alimentos) ou GABA biossintético (ou seja, GABA que é produzido por fermentação). Catorze estudos preencheram os critérios e foram incluídos na revisão sistemática. Embora sejam necessários mais estudos antes que possam ser feitas quaisquer inferências sobre a eficácia do consumo de GABA oral no estresse e no sono, os resultados mostram que há poucas evidências de estresse e muito poucas evidências dos benefícios do consumo de GABA oral para o sono. https://ptmedbook.com/gaba/ É uma fronteira realmente importante, pois as drogas que não conseguem atravessar o cérebro, ou o fazem de forma deficiente, têm muito menos efeito do que as que o fazem. Por exemplo, a morfina não pode atravessar muito bem o BBB, mas é uma relativa heroína próxima! Ao entrar no cérebro, a heroína é convertida em morfina, e é por isso que a heroína é muito mais potente que a morfina. pra que serve o gaba?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.