Luciano Genésio é afastado da Prefeitura de Pinheiro, após operação que aponta desvio milionário na Saúde e Educação.

Segundo a Polícia Federal, o gestor do município é suspeito de integrar uma organização criminosa que praticava fraudes licitatórias, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro na cidade de Pinheiro.

O prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), foi afastado da Prefeitura de Pinheiro após uma decisão da Justiça, segundo a Polícia Federal. 

Luciano Genésio, prefeito afastado de Pinheiro — Foto: Arquivo pessoa

A decisão ocorre em meio a operação ‘Irmandade’, nesta quarta-feira (12), que descobriu uma organização criminosa que praticava fraudes licitatórias, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro em Pinheiro. De acordo com a PF, os beneficiados eram Luciano Genésio e seus parentes, por meio de contratos fraudulentos com empresas ligadas ao prefeito. 

“Conseguimos desvendar o caminho do dinheiro. Havia o pagamento da Prefeitura de Pinheiro para essas empresas, e, no mesmo dia, ou posterior, uma parte desse dinheiro era revertido para o gestor público municipal. Todos os contratos têm o valor R$ 38 milhões. Não conseguimos aferir o valor exato, mas, ao que os indícios indicam, foi um desvio milionário”, declarou o delegado Regional Executivo, Rodrigo Sá. Do G1 Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.