Liderança quilombola é morta a tiros em São João do Soter, no MA.

Edvaldo Pereira Rocha foi assassinado com vários disparos, o que indica uma possível execução. Cidade vive clima de violência por causa de conflitos por terra.


Um líder quilombola identificado como Edvaldo Pereira Rocha, de 52 anos, foi assassinado na manhã desta sexta-feira (29) em São João do Soter, a cerca de 418 km de São Luís. 

Edvaldo Pereira Rocha era liderança quilombola e foi assassinado a tiros em São João do Soter — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo as primeiras informações da polícia, o crime aconteceu no quilômetro 36 da MA-127. Edvaldo foi executado com vários tiros e o crime tem características de execução. Dois homens ainda não identificados teriam participado do assassinato e fugiram em uma motocicleta. 

Edvaldo era um dos líderes da comunidade Jacarezinho, em São João do Soter, que há anos vinha lutando pela titulação da sua comunidade quilombola. O conflito por terra é algo recorrente na região. 

“Estive na comunidade de Jacarezinho em 2021, em escuta com a comunidade e com Edvaldo Rocha. Há anos, a comunidade enfrenta o avanço de madeireiros sobre suas terras. Enfrentam um conflito com uma empresa de extrativismo vegetal. A comunidade está com um processo de regularização de terras tramitando e, de acordo com as últimas informações, estava correndo no Incra, mas segue pendente”, afirmou nas redes sociais o ex-secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves. Do G1 MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.