GUERRA NA UCRÂNIA | Putin põe equipes de armas nucleares em posição de alerta máximo.

Segundo a agência Reuters, a ordem foi dada após o presidente russo ouvir declarações que considerou agressivas de representantes dos países que fazem parte da Otan.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, deu ordem para que o comando de seu país coloque as armas nucleares de represália em posição de alerta grave, depois de ouvir declarações que considerou agressivas de representantes dos países que fazem parte da Otan. As informações são da agência Reuters. 

“Como vocês podem ver, países do Ocidente não só tomam medidas não amistosas contra nós na dimensão econômica —eu me refiro às sanções que todos conhecem bem e também aos principais dirigentes que lideram a Otan que se permitem fazer declarações agressivas em relação ao nosso país”, ele afirmou na TV estatal. 

“Dessa forma, comando ao ministro da Defesa para que as forças de deterrência do país estejam de prontidão”, disse. 

Deterrência é o ato de impedir um ataque provocando um dano ao agressor —essa é uma referência a unidades militares que incluem armas nucleares.

Reação dos EUA 

O governo dos Estados Unidos afirmou que a ordem do presidente Vladimir Putin para colocar as armas nucleares de seu país em estado de alerta grave faz parte de um padrão da Rússia em fabricar ameaças para justificar uma agressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.