Falta de transparência: Prefeita Josa Silva de São João do Soter está na mira da justiça.

O Município de São João do Soter, e a prefeita Josa Silva (PRB) poderão ser acionados nos próximos dia pelo promotor de justiça Williams Silva de Paiva, por falta de dados no Portal da Transparência.

Em buscas feitas no portal, o site do Janiel Souza observou que a ferramenta não funciona adequadamente, uma vez que não coloca a disposição do usuário dados imprescindíveis à fiscalização da gestão pública municipal.

A prefeita Josa Silva que tem feito uma gestão desastrosa no município e sem a participação popular, tem enfrentando quase todos os dias manifestações de servidores insatisfeitos com salários, falta de inclusão pública e gestão de compromisso.

A prefeita parece deixar a cidade correr solta, afinal, ela acha que por ter sido reeleita, não precisa cumprir suas obrigações de chefe do executivo.

Ainda após as buscas no site do portal da transparência do município, ficou constatado ausência de contratos, convênios, despesas, gastos com pessoal e licitações, verificando-se, portanto, o descumprimento das Leis de Acesso a Informação e da Transparência.

O promotor municipal Williams Silva de Paiva, como fiscal do povo já pode começar elaborar uma Ação Civil Pública contra o município para que a mesma seja obrigada a cumprir com os requisitos do Portal da Transparência.

A Secretária de Educação do município participou de uma audiência extraoficial, para em acordo com o Ministério Público, alimentar o portal em um prazo de 15 (quinze) dias, caso isso não aconteça, a famosa prefeita Josa Silva (PRB) terá sérios problemas com a justiça, inclusive, com o Tribunal de Contas do Estado.

Essa é primeira matéria de uma sequência de cinco que será feita a respeito da administração de São João do Soter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.