EUA dizem que Rússia pode invadir Ucrânia ‘a qualquer momento’

Líderes das principais nações do ocidente fizeram uma ligação para conversar sobre a escalada na tensão na fronteira entre Rússia e Ucrânia e prometem sanções ‘rápidas e severas’.


O presidente americano Joe Biden conversou por telefone nesta sexta-feira (11) sobre a crise da Rússia com os líderes de Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Polônia e Romênia, além dos chefes da Otan e da União Europeia (UE). Paralelamente, o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, alertou novamente que um ataque russo pode começar a qualquer momento (veja mais abaixo). 

Os líderes dos países ocidentais reunidos prometeram sanções “rápidas e severas” se Moscou invadir a Ucrânia, segundo informou no Twitter o porta-voz do chanceler alemão, Olaf Scholz. “Todos os esforços diplomáticos buscam persuadir a Rússia a ir para a desescalada. O objetivo é impedir uma guerra na Europa”, acrescentou.

Após a reunião de líderes, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson juntou-se a outras nações para instar seus cidadãos a deixar a Ucrânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.