ESCÂNDALO / Pastor da Assembleia de Deus em Tuntum é afastado do Conselho Municipal de Pastores e pode ter problemas com a justiça.

A redação do blog do Janiel Souza foi informado na tarde da última quinta-feira (26), por fontes ligadas ao Pastor José Carlos Santos Rabelo, que o Conselho Municipal de Pastores decidiu afastá-lo da Presidência.

Foto: Reprodução / Jose Carlos Santos Rabelo

O escalando reflete a denúncia feita pelo blog do Janiel Souza que o pastor possui empresa no mesmo endereço da Casa Pastoral, de propriedade da igreja, o que pode ‘manchar’ a imagem da igreja perante à sociedade.

Mas, essa é apenas a ponta do iceberg que pode afastar de vez o pastor José Carlos dos trabalhos da igreja Assembleia de Deus, o nome do mesmo também pode está ligado a irregularidades de supostas vendas de painéis de placas de energia solar. A venda efetuada e não oferecida a contraprestação do serviço aos consumidores, no caso, os painéis de energia, teve o intermédio do pastor José Carlos, como ‘pessoa’ que apresentou a empresa as vítimas do suposto ‘golpe’.

O pastor também é proprietário da empresa J.G.M.S.R Empreendimentos, com endereço na rua Frei Carlos, n• 10, Conjunto São Raimundo, na cidade de Tuntum, o que já possui garantido uma licitação na prefeitura de Tuntum de aproximadamente R$ 64 mil reais. Só que, estranhamente, o galpão que é mostrado como empresa na cidade de Tuntum aparenta ser apenas uma empresa de ‘fachada’, já que o espaço, supostamente, não tem o produto indicado na licitação que seria água mineral.

O pastor também ganhou licitação recente com a mesma empresa no SEBRAE, na cidade de Presidente Dutra, onde disse que lá fornece água mineral e material de cozinha.

A empresa J. Carlos Gestão e Consultoria LTDA, aquela que tem o mesmo endereço da casa pastoral em Tuntum, busca fornecer os serviços de, atividades de enfermagem, atividades de profissionais de nutrição, atividades de psicologia e psicanálise, atividades de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e outras atividades não especificadas anteriormente. Só que no endereço da empresa não possui nenhuma estrutura de funcionamento para oferecimento das atividades descritas. Nesta empresa, NÃO foi localizado nenhum contrato.

Procurado pela reportagem do blog, o Sr. José Carlos Santos Rabelos, destacou o seguinte “Meu amigo, as minhas empresas elas não são empresas de fachada, ela é uma distribuidora que eu estou transferindo para Tuntum, essa é a verdade, tá?! A outra estou abrindo aí agora, uma empresa que eu, de fato, comprei e que estou abrindo agora, estruturando e não possui nenhum contrato, essa JC empreendimentos, não há nenhum contrato em lugar nenhum, eu estou estruturando ela, mudando, estruturando, a outra a JCMS RABELO, ela é uma distribuidora, eu compro e revendo, certo, e estou mudando ela para aí, quero que vocês tenham muito cuidado no que vocês, de fato aí, vão fazer, só isso, tá bom meu irmão… e eu não autorizo colocar o meu nome, porque eu apenas intermediei, foi um intermediário, não sou o dono da empresa e não foi eu que fiz a venda, eu intermediei, foi isso aí”, disse o pastor através de áudio.

Foto: Sede da empresa

Não conseguimos nenhuma manifestação do sebrae em relação ao caso. O órgão foi citado na matéria e terá o espaço quando julgar necessário para eventuais manifestações. Bem como, o Pastor José Carlos para complementações do contraditório, caso julgue necessário.

Encerramos está Matéria aguardando os próximos capítulos deste caso e o desenrolar dos fatos e seguiremos dando cobertura a eventuais decisões do conselho geral sobre possível afastamento do Sr. José Carlos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.