Crime que ceifou a vida de Ianca do Amaral foi motivo por ciúmes, diz delegada responsável pelo caso.

Preso na cidade de Vargem Grande o empresário Rony Veras Nogueira suspeito do assassinato a tiros da esposa, Ianca Vale do Amaral, de 26 anos, em Dom Pedro, cidade que fica a 324 KM da Capital São Luís.

Foto: Divulgação / Rede Sociais

Segundo a delegada, o crime foi motivado por ciúmes. O casal discutiu em casa e em seguida, a vítima foi alvejada a tiros na perna, na cabeça, tórax e no braço. Ianca Vale não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Após o crime, Rony Veras se escondeu em um dos cômodos da casa até a chegada da polícia militar. O empresário conseguiu fugir pelos fundos da residência minutos depois.

Ianca Vale e Rony Veras haviam se casado em 2021. Juntos, eles tem uma filha, de um ano. O suspeito é proprietário de um posto de combustível é uma churrascaria na cidade de Dom Pedro.

Na noite da segunda-feira (02), a polícia Civil, Militar e Serviço de inteligência da secretaria de segurança pública do estado efetuou a prisão de Rony Veras na Zona Rural de Vargem Grande.

Após a prisão, Rony Veras foi encaminhado para São Luís onde ficará a disposição da justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.